Sobre os homens normais

homens-cueca

Ser mulher não é fácil e boa parte delas já sabem disso desde que nasceram. Por outro lado, ser homem também não é lá essas coisas. A tal da cultura patriarcal é tão cruel com mulheres, quanto com homens e o Capital [sim, ele! assim como o pop] não perdoa ninguém. O darwinismo social, onde só os mais adaptados [que nesse caso podem ser os mais fortes mesmo] sobrevivem, parece ser a única dinâmica possível. E tem dias que bate aquela desesperança com a barriguinha nossa de cada dia. Aí, não é que aparece na internet uma esperança com sujeitos esquisitinhos como eu e você [ou melhor, normais] em poses sensuais de propagandas de cueca? O ensaio foi feito pelo tabloide The Sun e o resultado é muito bom. Me lembrou a clássica comédia inglesa Tudo ou Nada, em que um grupo de operários desempregados [olha o capitalismo cruel aí de novo] decide fazer um show de strip para ganhar dinheiro e o melhor, o evento vira um sucesso. Nós também merecemos uma campanha pela real beleza!

the-sun-cueca-3

the-sun-cueca-4

the-sun-cueca-1

the-sun-cueca-2

Bobo do homem que não tem amigas. Mesmo que tenhamos vontade de transar com todas elas, ter amigas, daquelas que contam segredos inconfessáveis, é muito bom. E dentre os inúmeros motivos de ser bom, um deles é saber que tem muita mulher que não troca uma barriguinha por nenhum peitoral trabalhado em academia.

ps.: E para você, homem, que ficou incomodado com uma postagem com homens de cueca… é melhor rever isso daí.

——————————————————————————————————————————————

eumanual

Marcelo Marchiori: Psicólogo clínico e social, atuou como coordenador de projetos em políticas públicas e hoje faz atendimentos clínicos e sociais. Mineirin do interior, comunista e outras coisas obscenas… é tão barroco, mas tão barroco que a melhor frase para descrevê-lo é: “A incrível história de um homem e seu coração contraditório.”

Anúncios